Amazônia - Rio Tapajós

Reconexão com a floresta 30 de Setembro a 04 de Outubro

Amazônia

A Amazônia permeia nosso imaginário. Nossa chegada às margens do Rio Tapajós transformou nossas vidas, nos marcou de forma especial e intensa, profunda e delicada. Nossa experiência na floresta foi, sem dúvida, a primeira gota para o princípio da Amana.

Nossa jornada pelo coração, pulmão e mãe do mundo é à bordo de um barco regional, experiência perfeita nas águas doces mais cristalinas que conhecemos.

A programação inclui ensinamentos sobre a riqueza da floresta e sua abundante variedade de alimentos, origem das comunidades, remadas pelos pequenos canais afluentes do Rio Tapajós, aulas de yoga e grandes ensinamentos com a querida Dany Gonçalves, além, claro, da imersão junto à grandes líderes e ícones da Amazônia. Aprenderemos mais sobre a conexão com a simplicidade da vida e com a abundância dessa terra tão sagrada, cheia de ensinamentos. Aprenderemos sobre as lendas originárias da Amazônia que abrirá grandes portais dentro de cada participante. Serão tantas conversas provocadoras e tocantes com figuras especiais que voltaremos com grandes bagagens sobre o real valor de nossa e herança, habitat, natureza, família e comunidade.

Sumaúma
alter-do-chao

“O Rio

Ser como o rio que deflui
Silencioso dentro da noite.
Não temer as trevas da noite.
Se há estrelas nos céus, refleti-las.
E se os céus se pejam de nuvens,
Como o rio as nuvens são água,
Refleti-las também sem mágoa
Nas profundidades tranquilas.”

Manuel Bandeira

O Rio Tapajós

O ponto de partida e retorno da jornada pelos rios da Amazônia é a pequena cidade de Alter do Chão, no Pará.

Daqui seguimos para explorar de barco as magníficas praias praticamente desertas com enormes bancos de areia branca e fina com água quase caribenha, além de igarapés, florestas inundadas e árvores centenárias.

Nossa navegação pelos rios Tapajós e Arapiuns, de águas cristalinas, nos apresentam as mais lindas e surpreendentes paisagens da Amazônia: praias deslumbrantes. Além das riquíssimas belezas naturais, é possível explorar nesse destino muito da cultura ribeirinha e indígena, artesanato, gastronomia, atividades sociais e alternativas para geração de renda das comunidades locais, transformando esse roteiro num grande encontro e estudo de uma das regiões mais apaixonantes do nosso país.

Para transmitir a importância dessa região, vale contar um pouco mais sobre essa porção da Amazônia.

O Rio Tapajós nasce no estado de Mato Grosso, no ponto de união entre dois importantes rios, Jurena e Teles Pires. É o Tapajós quem faz a divisa dos estados do Amazonas e Pará e, próximo à cidade paraense de Santarém, ele desagua no Rio Amazonas.

A bacia hidrográfica na qual o Tapajós está inserido está espalhada exclusivamente em território brasileiro ocupando uma área de quase 460.200 km2, abrigando centenas de espécies endêmicas.

Sendo um dos principais afluentes do Rio Amazonas, na sua foz, o Rio Tapajós participa de um incrível e lindo fenômeno: o encontro de suas águas cristalinas e claras com as barrentas do Amazonas, sem cruzamentos de suas águas.

Sobre a Hospedagem

Acreditamos que a melhor forma de conhecer a Amazônia é a bordo de um barco regional. Escolhemos uma embarcação com uma tripulação local extremamente simpática, com estrutura confortável para nos levar até os pontos mais incríveis do Tapajós e seus afluentes.

Belle Amazon Belle Amazon
Belle Amazon Belle Amazon
Dany Gonçalves

Dany Gonçalves

Dany Gonçalves, amante do conhecimento que impulsiona o Ser Humano na busca de Si mesmo, iniciou seus estudos através do Yoga e do Tantra em 2000.

Estudou com vários mestres ao longo desses 19 anos, mas seu coração sintonizou profundamente com a Psicóloga, Antropóloga, Monja e Mestra, Susan Andrews, com quem aprofundou os estudos em Biopsicologia.

“Yoga pra mim vai muito além da postura sobre o tapete, é a postura que adotamos na vida que realmente importa. O Yoga é um universo vasto de sabedoria e cheio de aprendizados valiosos.
Ele nos ensina basicamente que somos responsáveis por absolutamente tudo e que criamos nossa realidade de acordo com nossos pensamentos, desejos e ações. Nada é mais importante do que ter a consciência do que estamos criando para nós mesmos e deixando de herança para nossos filhos”.

Idealizadora e sócia da Escola Una Yoga em São Paulo, Dani segue ministrando Cursos de Aprofundamento em Yoga dividindo e multiplicando o que acredita ser um caminho de transformação e evolução da consciência humana.

Roteiro

DIA 1: 30 de Setembro
Nossa jornada começa na tarde desse dia, por volta das 12:00, com o embarque no barco que será nossa casa nos próximos dias. A ideia é que todas já tenham chegado no dia anterior e já estejam acomodadas em alguma pousada em Alter do Chão.

Enquanto iniciamos a nossa navegação rumo ao rio Arapiuns, nos reuniremos para fazer a abertura da nossa jornada.

Começamos nossa viagem com a apresentação dos nossos provocadores, o time que nos dará apoio nos próximos dias, nossos parceiros de jornada e uma introdução sobre a floresta.

À bordo, teremos nosso almoço enquanto seguimos navegação até a comunidade de Anã onde, nessa tarde, conheceremos Dona Maria Odila, a líder comunitária local, uma mulher poderosa, com uma história de vida inspiradora. Ela é exemplo e referência para mulheres e jovens na luta por melhores condições de trabalho, saúde e representatividade.

No final da tarde, seguiremos navegação até nosso ponto de ancoragem para a noite, a Ponta Grande.

Durante o jantar, desvendaremos mais sobre a Amazônia num bate papo cheio de histórias, mitos e ensinamentos.
DIA 2: 1 de Outubro
Nosso primeiro despertar será em meio às águas do rio Arapiuns, e partiremos da Ponta Grande em direção à comunidade do Atodi.

Antes de nos aventurarmos pela floresta, um merecido banho de rio seguido de um almoço leve a bordo.

Atracaremos e, para chegar à comunidade, seguiremos uma trilha de aproximadamente 8km pela floresta, em meio à espécies endêmicas de árvores e flores até terminarmos em um lindíssimo e delicioso igarapé, nos esperando para um banho refrescante.

Na comunidade, a simpatia dos ribeirinhos é fascinante e convidativa. Conheceremos mais sobre à vida local, o maravilhoso artesanato (fonte de renda essencial dos ribeirinhos) e com certeza ficaremos para um cafezinho, depois de aprender mais sobre plantas medicinais, a palha, o rio. Aprendizados e provocações inesquecíveis.

Nosso jantar será seguido de um bate papo com o carioca mais paraense que conhecemos, Marcelo Pereira dos Santos, fundador da Low Contrutores Descalços, um coletivo, criado há dois anos, que trabalha com educação ambiental, por meio de práticas ligadas à permacultura, agroecologia e bioconstrução, construção natural e arquitetura.

Aprenderemos mais sobre esses temas e sobre a comunidade que visitaremos na manhã seguinte, ainda desconhecida pelos grupos de turismo da região, o Zaire.
DIA 3: 2 de Outubro
Nosso despertar será cedo, para um café da manhã reforçado e seguiremos para a comunidade do Zaire.

Seremos apresentados aos moradores, observaremos suas atividades, ouviremos suas histórias e participaremos, com a mão na massa, das construções e serviços com a comunidade e o grupo de construtores.

Participar dessa interação, prestando atenção aos costumes da comunidade ribeirinha, a fala, os cheiros, as relações. Essa memória e experiência será intensa e certamente trará aprendizados, ressignificados, reflexões e questionamentos.

Voltaremos para o barco para o almoço, que será de muita troca e papo sobre as experiências e experimentos dessa manhã.

Durante a tarde, navegaremos em direção à ponta do Caracaraí, aproveitando as redes e o silêncio para refletirmos e descansarmos. Claro que pararemos para um refrescante banho de rio.

Nosso jantar será no barco e, em seguida, participaremos de uma experiência tipicamente paraense, o Carimbó. Essa dança de roda, típica do Pará, de movimentos giratórios, muita ginga, saias coloridas, mulheres enigmáticas, é linda de ver. Aprenderemos os movimentos e ouviremos as músicas com mestres locais.

DIA 4: 3 de Outubro
Nosso amanhecer será nas águas cristalinas do Rio Tapajós e já navegando em direção à FLONA, a Floresta Nacional do Tapajós.

Aqui teremos nossa experiência na famosa trilha de 10km que abriga as centenárias e gigantescas Sumaúmas, as árvores símbolo dessa área de floresta, rica em contos, histórias e mitos provocadores.

Pararemos na comunidade do Jamaraquá, para um banho de igarapé de águas cristalinas para refrescar depois da trilha.

Nosso jantar não poderia ser mais típico: Piracaia na beira do rio. Essa tradição local vai além de assar o peixe numa fogueira na praia e, com certeza, será um momento de muito compartilhamento de experiências, emoções e vivências.
DIA 5: 4 de Outubro
Amanheceremos nesse dia já navegando de volta à Vila de Alter do Chão. Após o café da manhã, faremos a cerimônia de encerramento da nossa jornada com muita troca sobre todos os aprendizados que tivemos durante esses dias.

Já com as malas arrumadas, o nosso desembarque está marcado para 12h00 e teremos a tarde para aproveitar para conhecer a Vila de Alter, almoçar e fazer compras. Para aqueles que quiserem ficar mais dias em Alter, daremos todo o suporte que precisarem.

Aos que tiverem voos nesse dia, ajudaremos a organizar o transporte para o aeroporto de acordo com os voos de cada um.

Essa parte da jornada se encerra aqui, mas temos certeza que muitas portas foram abertas e que essas sementes de provocação, conhecimento, superação de limites e novas experiências seguirão em nossa busca pela nossa verdade.

Esperamos estar juntos em mais encontros, abrindo mais portas e caminhando juntos buscando a essência na nossa jornada de ser.

O que levar?

  • Roupas leves para ficar no rio, UV ou dry fit de manga longa, para proteger do sol, se preferir
  • Roupas para caminhadas na selva (tênis, calça longa e leve, manga longa)
  • Chinelos e roupas confortáveis para ficar no barco. É uma viagem entre amigos
  • Protetor solar, repelente, protetor de boca
  • Remédios com prescrição
  • Itens de uso pessoal
  • Boné/ chapéu
  • Carregador de celular/ bateria extra
  • Câmera fotográfica (se for à prova d´água, melhor!)
  • Documento original com foto e dentro da validade (RG, CNH ou passaporte) para seu embarque

Investimento

**Passagens aéreas não inclusas no valor.

Jornada inclui

  • 5 noites à bordo do Barco Belle Amazon
  • Café da manhã, almoço, jantar e snacks diários com bebidas não alcóolicas
  • Atividades descritas no roteiro
  • Caixinha para staff e equipe de profissionais envolvidos

Só na Amana

  • Encontros com provocadores escolhidos especialmente para essa jornada
  • Tempo para trocar ideias com profissionais da área
  • Mão na massa com comunidades locais

Jornada não inclui

  • Passagem aérea de/ para Aeroporto de Santarém (voos especificados no seu roteiro)
  • Transfers ida e volta do aeroporto de Santarém (custa em torno de R$100 e ficaremos muito felizes em organizar para você)
  • Hospedagem em Alter do Chão no dia anterior ao embarque.
  • Bebidas alcóolicas e refeições não mencionadas no roteiro.
  • Seguros de viagens que podem ser comprados à parte.
  • Seguros de cancelamento que podem ser comprados à parte.
  • Gastos pessoais como lavanderia, telefonemas, massagens, serviços extras, etc.
  • Qualquer atividade não especificada no roteiro.
Amazonia Paraense Amazonia Paraense Amazonia Paraense Amazonia Paraense Amazonia Paraense Amazonia Paraense Amazonia Paraense Amazonia Paraense Amazonia Paraense Amazonia Paraense Amazonia Paraense Amazonia Paraense Amazonia Paraense Amazonia Paraense Amazonia Paraense Amazonia Paraense Amazonia Paraense Amazonia Paraense Amazonia Paraense Amazonia Paraense
Reservar